Produção das Bonecas Graciosas estimula mulheres em Fortaleza
20 de novembro de 2018

Produção das Bonecas Graciosas estimula mulheres em Fortaleza

Tags: artesanato cooperativismo DIST empreendedorismo Fortaleza

Produtoras das Bonecas Graciosas entregam o pedido no INECAs produtoras das Bonecas Graciosas estão comemorando sua primeira encomenda, com venda garantida. Bonecas Graciosas é o nome das bonecas de pano produzidas pelas chefes de família do residencial Minha Casa Minha Vida “Os escritores”, em Fortaleza. O conjunto é um dos residenciais beneficiados pelo Projeto de Desenvolvimento Integrado, Sustentável e Territorial (DIST), executado pelo IADH.

A festa das onze fabricantes ocorreu com a venda realizada para o Instituto Nordeste Cidadania (INEC), que todos os anos compra brinquedos para doar aos orfanatos. O INEC soube do trabalho das Bonecas Graciosas, visitou a produção no residencial e o produto foi aprovado. Melhor: todas foram elogiadas pela modelo cooperativo e conquistaram um pedido no valor de três mil reais, para e entrega de 200 bonecas de pano.

A história das Bonecas Graciosas começou antes: o Projeto DIST, em Fortaleza, identificou uma oportunidade de geração de renda para mulheres, chefes de família, que tiveram poucas chances de um trabalho formal, com carteira profissional. A partir dos interesses apresentados pelas onze mulheres, elas escolheram a produção de bonecas de pano, em um resgate da cultura popular cearense.

A produção das bonecas pediu um processo de arte educação, facilitado pelo IADH. O trabalho estimula a aplicação artesanal da costura e também criou dinâmicas para que as bonecas dialoguem de maneira critica e estética com a atualidade. O IADH também apoio a produção de banners e cartões para as Bonecas Graciosas. O grupo solidário ganhou forma e seus efeitos positivos vão além da geração de trabalho e renda: com a atividade em andamento, a autoestima das mulheres melhora.

Com dinheiro em caixa, as produtoras das Bonecas Graciosas dão o próximo passo: a organização da cooperativa com uso de livro de ponto, controle de caixa, acompanhamento das receias e despesas e outras iniciativas, como uma reunião para iniciar a produção de bonecos, forma de diversificar a clientela.

Além das produtoras de bonecas de pano, o Projeto DIST já incubou grupos de costura, confecção de bolsas, grupos de gastronomia, de salão de beleza e de produção de sabão ecológico, que usa o óleo residual da coleta seletiva.  A coleta seletiva, por sinal, foi implantada em consequência da educação ambiental repassada. Os moradores dos residenciais fizeram suas hortas comunitárias e seus jardins suspensos. É aquela coisa de ciclo virtuoso.

O Projeto DIST é uma iniciativa do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal para os residenciais Minha Casa, Minha Vida. O IADH é o responsável, também, pela execução dos projetos DIST em Arapiraca, Alagoas, e em Goiânia, Goiás.

Newsletter

Receba por e-mail

IADH - Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano

Rua Padre Carapuceiro, 968

Sala 1406 - Boa Viagem - Recife/ PE

CEP: 51020-280

(81) 3325.4292 | 3037.0462