DIST Fortaleza ganha destaque na imprensa do Ceará
28 de janeiro de 2019

DIST Fortaleza ganha destaque na imprensa do Ceará

Tags: DIST Fortaleza MCMV

O caderno especial sobre microcrédito na edição desta segunda-feira, de O Povo, destacou o Projeto de Desenvolvimento Integrado, Sustentável e Territorial (DIST), que o IADH desenvolve nos residenciais Minha Casa Minha Vida em Fortaleza, no Ceará. O texto abordava o microcrédito a partir de personagens e histórias reais. Microempreendedores que precisam de pouco (em valor financeiro) para importantes conquistas (em renda doméstica e na autoestima produtiva).

O projeto executado pelo IADH foi detalhado na reportagem. O jornal falou da importância das capacitações de, principalmente, mulheres e jovens moradores dos residenciais.  Destaque maior para o eixo de empreendedorismo do projeto, que também orienta os interessados nas responsabilidades que o uso do microcrédito gera. Os recursos serviram para estimular a produção de donas de casas, que começaram a trabalhar por uma renda extra, sem a necessidade de se afastar de outras obrigações domésticas.

A história da moradora Josélia Lima Barbosa serviu de exemplo. Ela morava em Cidade 2000 e vendia lanches. Ao se mudar para o MCMV em Paupina, viu sua atividade financiada pelo microcrédito do Banco do Nordeste minguar, por não conseguir vender seus lanches no novo endereço. Ao tomar conhecimento das oficinas oferecidas pelo IADH, identificou uma oportunidade. Junto com outras dez vizinhas, passaram a produzir bonecas de pano. “Fizemos mais de 200 para atender a uma encomenda de um orfanato e depois dessa primeira venda, passamos a trabalhar por nossa conta”, explicou, na reportagem. No grupo de WhatsApp do projeto DIST, comemorou sua história e sua foto no jornal.

Josélia e as outras dez empreendedoras que fabricam bonecas de pano, representam um dos diferentes grupos estimulados pelo IADH. “São donas de casas e jovens que tiveram acesso ao microcrédito, conseguiram vender, dividir os recursos, de acordo com um planejamento”, explicou Conceição Faheina, associada do IADH, ouvida pelo jornal cearense.

O eixo de trabalho e renda do Projeto DIST também capacitou os moradores dos residenciais em outras atividades, com oficinas de corte e costura de moda fitness, gastronomia e artesanato, fabricação de sabão com reutilização de óleo de cozinha, além da linha de embelezamento, com atividades de manicure e corte de cabelo.

O Projeto DIST é uma iniciativa do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. Em Fortaleza, é desenvolvido pelo IADH em quatro residenciais, atingindo um total de 2.516 famílias. O bairro de Paupina tem oito residenciais MCMV que são conhecidos como “Os escritores” e moram 1.960 famílias. No bairro do Barroso, o conjunto São Domingos possui 120 apartamentos; em Passaré, está o conjunto São Bernardo, com 180 unidades e, no bairro Mondubim, o MCMV Monte Líbano, com 256 famílias morando. O IADH também desenvolve projeto DIST Rio Largo, Alagoas, e em Goiânia, Goiás.

Newsletter

Receba por e-mail

IADH - Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano

Rua Padre Carapuceiro, 968

Sala 1406 - Boa Viagem - Recife/ PE

CEP: 51020-280

(81) 3325.4292 | 3037.0462