Home » Notícias » Dom Távora recebe missão do FIDA

Dom Távora recebe missão do FIDA

06 de fevereiro de 2018

Agricultores participantes de um dos eventos formativos do Programa Desenvolvendo Capacidades

Agricultores participantes de um dos eventos formativos do Programa Desenvolvendo Capacidades

Missão do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) realiza a supervisão do Projeto Dom Távora, em Sergipe. Os trabalhos começaram na segunda-feira (dia 5), em reunião com secretário da Agricultura, Esmeraldo Leal, coordenadores, consultores e técnicos contratados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O IADH é um dos parceiros do PNUD, através da formulação e da execução do Programa de Desenvolvimento de Capacidades para Agricultores Familiares e Técnicos Estaduais em Negócios Rurais do Projeto Dom Távora.

O Programa Desenvolvendo Capacidades é composto por seminários, intercâmbios, cursos de gestão e oficinas. Os seminários tratam de associativismo e cooperativismo. Os intercâmbios foram realizados nas áreas de rizicultura (em Porto da Folha, em Sergipe), de avicultura (em Teresina, no Piauí), de produção de leite de cabra (em Uauá, Bahia) e do turismo rural (Maragogi, em Alagoas, e Gravatá, em Pernambuco). Os cursos abordam a gestão de negócios, enquanto as oficinas ensinam, nesse primeiro momento, técnicas de piscicultura e ovinocaprinocultura. Outros temas de interesse estão previstos.

Seminários, cursos, oficinas e intercâmbios são realizados a partir de técnicas que estimulam a participação, instrumentos e materiais didático-pedagógicos preparados exclusivamente para os trabalhadores e trabalhadoras rurais, jovens e adultos.

O programa formativo encontra-se em plena atividade e, até janeiro, teve como educandos 284 homens, 276 mulheres e 132 jovens. Também foram formados 32 técnicos e 24 técnicas. O coordenador do Programa Desenvolvendo Capacidades, Ricardo de Cerqueira, destaca o perfil por gênero e idade que foi obtido nos eventos. “A participação feminina representa 49% dos participantes. Desse total, 23% eram jovens”, contabiliza.

A missão do FIDA conta com técnicos do próprio fundo e do PNUD. Eles conversam com o pessoal da secretaria da Agricultura de Sergipe, com as diferentes instituições que integram o Projeto Dom Távora e também apoiam o Programa Desenvolvendo Capacidades. Esse time formado por profissionais de trazem suas diferentes culturas foi responsável pelos resultados, disse Ricardo de Cerqueira. “O comprometimento e a eficiência técnica dos facilitadores do IADH, da equipe do Projeto Dom Távora (secretaria de Agricultura de Sergipe) e da Emdagro (Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe) fizeram toda a diferença”.

Visualizações: 44